Tag Archives: Avulsinho

Avulsinho 8

 

Se todos os tempos podem passar pela menor partícula de matéria, porque eu não deveria acreditar que toda a matéria do universo caberia em um único segundo?

 

 

Deixe um comentário

Filed under É meu, Literatura

Avulsinho 6

 

Baudelaire recolhe o baralho da mesa e o enrola num pano de cetim vermelho.

– Ei, senhor, antes de se ir, poderia, por gentileza, ler as cartas para mim?

– Desculpe, senhor, mas só as leio para mim mesmo.

– Mas, senhor, isso é possível? Ver seu próprio futuro?

– Não, não é. Leio cartas difusas que mostram algo que não virá e mantenho a surpresa da vida.

 

Deixe um comentário

Filed under A gente tenta, É meu, Literatura

Avulsinho 5

 

De repente, me dou conta que caio e fecho os olhos. A massa de ar no rosto me pergunta em que velocidade estou; grãos arranham meu braço; a boca seca; a testa lateja. Abro os olhos: continuo caindo e há outros comigo. Todos que conheci estão em algum ponto da queda; eles e muitos que nunca vi. Alguns tiveram a boa ideia de gritar; vou com eles até perceber que não há chão para abraçar.

 

Deixe um comentário

Filed under É meu, Literatura